quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Perguntas e Respostas: Sacando dinheiro na Turquia


Sempre recebo e-mails e mensagens de pessoas com dúvidas sobre viagens. São perguntas sobre roteiros, atrações, hospedagem, dinheiro, passagens aéreas, etc. Então, resolvi criar uma seção de perguntas e respostas, que postarei aqui no Cruzando Fronteiras sempre que houver alguma pergunta interessante e que eu ache que possa ser útil para os demais leitores. Portanto, se você tiver alguma dúvida ou quiser uma ajuda no planejamento de sua viagem, é só entrar em contato. Se puder, adorarei ajudar! E quem sabe sua pergunta não aparece aqui no Blog. Vamos à pergunta do dia!

Olá Luiz! Li um comentário seu sobre a Turquia onde você ressaltava que não utiliza o VTM em suas viagens, e sim retirada com cartão de débito. Como é o esquema de retirada de dinheiro com cartão de débito internacionalmente? Você consegue fazer isso em qualquer país da Europa, inclusive na Turquia? Minha pergunta parece ser um pouco simplória, mas é a primeira vez que escuto alguém que retira dinheiro de sua própria conta, mesmo na Turquia, apenas com cartão de débito. Você retira o dinheiro em agencias do seu banco? No caso, meu banco é o Itaú. Não sei se teria acesso a todas essas facilidades descritas por você. Qualquer informação adicional será de grande ajuda! Um abraço, Carlos.

Olá, Carlos, tudo bem? Não se preocupe, que essas dúvidas sobre saques com o cartão de débito são muito comuns. Eu, inclusive, postei um texto bem legal sobre isso aqui no blog.

Mas efetuar saques no exterior com o cartão de débito é muito fácil! Eu mesmo visitei a Turquia no último novembro, e só utilizei os saques para me manter por lá, sem precisar levar dólares, VTM ou outras formas de pagamento.

Esses saques funcionam em praticamente qualquer país do mundo, com raríssimas exceções (como Cuba, por exemplo). Eu já utilizei esse método em viagens pela África do Sul, Marrocos, Tailândia, Vietnã, Camboja, China, Turquia e em outros países da Europa e América do Sul. Nunca tive problemas e sempre consegui sacar o montante que precisava.

Você não precisa sacar em caixas automáticos do seu banco. Na verdade, você pode usar praticamente todos os caixas eletrônicos que encontrar. É só procurar algum que tenha a bandeira VISA PLUS ou MASTERCARD MAESTRO, dependendo da bandeira do seu cartão de débito. Eles estão por todos os lugares, e vai ser difícil você não encontrar um por perto na Turquia. Eu, para me garantir contra qualquer eventualidade, levo sempre dois cartões de débito, de duas bandeiras diferentes e com dois bancos emissores diferentes (no meu caso, Mastercard do Itaú e Visa do Bradesco). Assim, fico mais garantido no caso de algum problema com minha conta bancária ou com o cartão do banco.

Mas antes de viajar, é preciso se preocupar com algumas coisas. Primeiro, entre em contato com o seu banco e confira as taxas cobradas por cada saque, além da taxa de câmbio do dia.  Compare com os valores cobrados por outros bancos, e veja em qual é mais vantajoso sacar. Nessa minha última viagem, eu vi que o Bradesco cobrava R$ 7,50 por saque, enquanto no Itaú o custo era de R$ 9. Dessa maneira, foquei meus saques no meu cartão Bradesco, e só usava o cartão do Itaú quando não tinha opções.

Não se esqueça, também, de ligar para o seu banco e liberar a função “saques no exterior”. Isso é fundamental para evitar alguma surpresa desagradável no seu país de destino.  E tente levar pelo menos dois cartões diferentes, de bancos distintos. Assim, você fica mais garantido quanto a qualquer eventualidade.

Mas, para qualquer outra informação, acesse esse link ou então esse outro. E, se tiver outra dúvida sobre saques ou qualquer outro assunto (inclusive no seu planejamento da viagem para Turquia), é só me escrever! Se puder, será um prazer ajudar! Abraços, Luiz.


Nenhum comentário:

Postar um comentário