sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Perguntas e Respostas: Visitando Datong (incluindo o Monastério Suspenso e as Grutas de Yungan) a partir de Beijing


Sempre recebo e-mails e mensagens de pessoas com dúvidas sobre viagens. São perguntas sobre roteiros, atrações, hospedagem, dinheiro, passagens aéreas, etc. Então, resolvi criar uma seção de perguntas e respostas, que postarei aqui no Cruzando Fronteiras sempre que houver alguma pergunta interessante e que eu ache que possa ser útil para os demais leitores. Portanto, se você tiver alguma dúvida ou quiser uma ajuda no planejamento de sua viagem, é só entrar em contato. Se puder, adorarei ajudar! E quem sabe sua pergunta não aparece aqui no Blog. Vamos à pergunta do dia!

Oi, Luiz! Estou planejando colocar Datong no meu roteiro pela China. Quanto custou a viagem de trem? E onde posso me informar sobre os horários de tours, ou vou sozinha até Datong conhecer os Grutas de Yungang e o Monastério Suspenso? Em um email você comentou contratar um motorista, mas não é caro? Obrigada! Raquel. 

Oi Raquel! Tudo bem? Como anda o planejamento da viagem? O bilhete de trem entre Pequim e Datong é bastante concorrido, e normalmente se esgota com bastante antecedência. Eu, para evitar qualquer problema, pedi para o meu hotel em Pequim comprar os bilhetes de trem com antecipação, e paguei diretamente a eles quando cheguei à Pequim. Eles cobraram uma taxa de 40 yuans por esse serviço, e acho que valeu a pena. O preço do bilhete de trem, na categoria soft-sleep (dois beliches por cabine) foi US$ 25 por pessoa. Na categoria hard-sleep (seis pessoas por cabine), o preço é US$ 17. O trem que eu peguei parte de Pequim às 23:42 e chega à Datong às 06:03. Se você não conseguir comprar os bilhetes de trem, existe também a possibilidade de você ir até Datong de ônibus, que partem frequentemente ao longo do dia e demoram de 4 a 5 horas. Eles são mais rápidos e até mais baratos do que os trens, mas com o trem você pode viajar a noite, e assim poupar tempo e dinheiro!

Um bom site para você confirmar horários e preços de trens é esse: http://www.travelchinaguide.com/china-trains. Mas não vale a pena comprar através do site, já que eles cobram um taxa muito alta por cada bilhete.

Chegando a Datong, um funcionário da CITS (uma agência de viagem) fica esperando os turistas que chegam no trem noturno. Nós éramos os únicos ocidentais naquele trem, então ele logo veio nos procurar e oferecer os passeios. Esse senhor (agora não me recordo o seu nome) está sempre por lá e é até mencionado no guia Lonely Planet e em vários fóruns da internet. Então, já contava com a ajuda dele quando planejei essa parte do meu roteiro. Ele realmente foi muito útil e nos ajudou com tudo que precisávamos em Datong. Como era muito cedo, e estava muito frio, fomos até a agência e ficamos lá dormindo e esperando até as 8:30, quando o dia clareou. 

A CITS oferece um tour diário para o Monastério Suspenso e as Grutas de Yungang, mas apenas quando há um número mínimo de pessoas interessadas. Nesse dia, entretanto, só estávamos nós dois na agência e, portanto, não havia a possibilidade tomarmos um tour e tivemos que contratar um carro privado para nos levar. O tour custava 100 ou 120 Yuans por pessoa, e o carro custou 300 Yuans pelo dia (eu paguei 250 Yuans ao motorista do carro e 50 Yuans à agência). Então, no final não foi tão mais caro assim, já que seríamos duas pessoas no tour. Viajando sozinha, realmente, o carro privado vai sair bem mais caro do que o tour, mas quem sabe você não encontra alguém para ir com você no passeio? Ou então pode ser que nesse dia haja outros turistas no trem...

O carro partiu às 9h30, e antes disso o gerente da CITS nos levou a um hotel para tomarmos café da manhã e ao caixa automático, já que eu precisava sacar dinheiro para pagar o táxi. No geral, eu achei que valeu a pena pagar pelo táxi (algo em torno de 50 dólares), já que assim conseguimos visitar as duas atrações em um só dia, o que não seria possível por conta própria. O passeio terminou por volta das cinco da tarde e então fomos comer novamente no hotel onde havíamos tomado o café da manhã. Depois, aguardamos até a noite, quando partia o nosso trem para Pingyao.

Apesar de parecer um pouco confuso, acho que essa é a maneira mais fácil de conhecer essas duas atrações imperdíveis, a partir de Pequim, sem perder muito tempo. É claro que, com alguém para dividir os custos, tudo fica mais fácil. Mas você pode tentar entrar em contato com a agência por e-mail e se informar com mais certeza sobre tours ou mesmo tentar ver no seu albergue em Pequim, se há a possibilidade de contratar um tour a partir da capital chinesa. Mas sempre compare os preços com o valor do carro em Datong, para saber qual é a opção mais vantajosa.

Bom, espero ter ajudado um pouco e, qualquer coisa, é só escrever! Abraços, Luiz.


2 comentários:

  1. Oi Luiz,
    Eu e minha irmã vamos para a China em setembro e ficaremos 23 viajando pela China. Já tenho o roteiro pronto e me interessou muito o monasterio suspenso.
    Nosso roteiro : 7 dias em Pequim, 2 noites em Xian, Xian Luoyang (1 noite) Luoyang Nanjing. (2noites) Nanjing Suzhou (1noite) suzhou hangzhou (2 noites) hangzhou Shangai (3noites) e retornamos para Pequim já que desistimos de visitar Seul. Olhei as passagens de trem e realmente teria que pagar uma taxa de US$25 por cada bilhete emitido. Gostaria que você analisasse e me desse dicas para melhorar o roteiro. Meu email ligialeaogv@hotmail.com.
    Obrigada,
    Ligia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lígia, tudo bem? O seu roteiro está me parecendo muito bom. E se você gostaria de conhecer o monastério suspenso, acho que é possível sim. Tire um dia de Pequim (7 dias me parece um pouco demais) e vá para Datong. Você pode pegar um trem noturno, chegar pela manhã, visitar o monastério e as grutas, e voltar na mesma noite para Pequim, em outro trem noturno. Ou então seguir adiante para Xi'An. Acho que seria uma boa idéia, porque você poderia conhecer mais um lugar bem legal, perdendo apenas um dia de Pequim, onde você está com um certa folga no roteiro. Você pode até, quem sabe, tirar dois dias de Pequim (5 dias são o suficiente) e ficar um dia em Datong e um dia em Pingyao, a caminho de Xi'An. Mas, de qualquer maneira, o seu roteiro está me parecendo muito bom. E com um ou outro ajuste, pode ficar ótimo.

      Sobre a compra dos bilhetes de trem, tente ver com o hotel onde você vai se hospedar em Pequim. É possível que eles possam comprar os tíquetes para você, por uma taxa bem menor. No meu caso, o hotel onde me hospedei me cobrou algo em torno de 6 dólares por bilhete - bem melhor do que o valor cobrado pelo site!

      Bom, continue planejando e, qualquer outra dúvida, é só escrever! Ah, e muito obrigado por visitar o Cruzando Fronteiras! Espero ver você sempre por aqui, hein!

      Excluir