sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Perguntas e Respostas: Planejando uma viagem ao Peru


Sempre recebo e-mails e mensagens de pessoas com dúvidas sobre viagens. São perguntas sobre roteiros, atrações, hospedagem, dinheiro, passagens aéreas, etc. Então, resolvi criar uma seção de perguntas e respostas, que postarei aqui no Cruzando Fronteiras sempre que houver alguma pergunta interessante e que eu ache que possa ser útil para os demais leitores. Portanto, se você tiver alguma dúvida ou quiser uma ajuda no planejamento de sua viagem, é só entrar em contato. Se puder, adorarei ajudar! E quem sabe sua pergunta não aparece aqui no Blog. Vamos à pergunta do dia!

Olá Luiz! Gostei muito das dicas do seu blog e gostaria de uma ajuda para decidir como aproveitar melhor meu tempo no Peru! Vou em Outubro, chegando direto em Cuzco (de 14/10 a 24/10) e a seguir, pego um vôo para Lima (de 24/10 a 28/10). Quero conhecer os lugares mais bacanas, porém não tenho muito pique de mochilar e ficar trocando de hostel o tempo todo! Eu pensei em dividir da seguinte forma: Cuzco > Puno > Cuzco > Águas Calientes (Machu Picchu) > Cuzco > Lima. Aí vão as minhas dúvidas:

  1. Vale à pena ir até Arequipa? Achei um pouco longe...
  2. Ficando em Cuzco, existem várias opções de roteiros com duração de um dia, voltando para o hotel, correto? Além de Vale Sagrado, o que você recomenda?
  3. Pensei em fechar antes os hostels, as passagens de trem e a entrada para Machu Picchu, por ser muito concorrido,. Você concorda?
  4. Pensei em fechar os passeios lá, pois uma colega falou que assim consigo melhores preços. O que você acha?
  5. Em Machu Picchu, vou comprar o ingresso com Huayna Picchu, você acha que vale a pena?
  6. Em Águas Calientes, pensei em ficar umas três noites. Lá tem algum atrativo, fora a visita à MP?
  7. Estou indo com meu marido e com um orçamento previsto de 5mil, você acha que é o suficiente?
  8. É melhor levar o dinheiro em dólar ou real?

Bom, acho que é isso! Em Lima me parece tudo mais simples, por ser uma cidade grande. E lá quero aproveitar para descansar e comer muito! Agradeço qualquer ajuda!


Oi Simone, tudo bem? Antes de qualquer coisa, muito obrigado pela visita ao Cruzando Fronteiras! Apesar da falta de tempo, eu tento manter o blog atualizado, sempre que possível. E espero ver você sempre por lá, hein!

Pelo o que eu entendi do seu roteiro, você teria 10 dias para conhecer a região de Cuzco e mais quatro dias para Lima. Com esse tempo todo, acho que você poderia acrescentar um ou mais destinos ao seu roteiro.

Para conhecer bem a região de Cuzco e Machu Picchu, incluindo o Vale Sagrado, acho que você gastaria em torno de cinco dias, ou seis, no máximo. Isso te daria uns quatro ou cinco dias extras para conhecer Puno (e o Lago Titicaca) e ainda incluir Arequipa no seu roteiro.

Arequipa é uma bonita cidade colonial, cujo centro histórico merece uma visita. Além disso, é o ponto de partida para se conhecer a região do Cânion Del Colca. Eu acredito que seja uma boa opção para o seu roteiro. Par achegar lá, a melhor opção é o ônibus noturno a partir de Cuzco ou Puno. Eu concordo que ônibus noturno não é o ideal em termos de conforto, mas acho que no final vai valer a pena.

Nos demais cinco ou seis dias na região de Cuzco, eu acho que você deveria passar quatro dias completos em Cuzco e uma noite apenas em Águas Calientes. Com quatro dias completos em Cuzco, você poderia passar dois dias conhecendo a cidade de Cuzco e mais dois visitando os arredores, conhecido para Vale Sagrado (não deixe de ir a Pisac, Ollantaytambo e o Tempo do Sol). Eu fiz dois passeios de um dia quando estive em Cuzco. Os dois passeios partiam de Cuzco e percorriam as principais atrações do Vale Sagrado. Um passeio completa o outro, percorrendo assim os principais pontos de interesse da região.

Eu também acho que você deveria comprar com antecipação a entrada para Machu Picchu e o bilhete de trem (isso é fundamental, já que os ingressos são limitados). Os hostels também podem ser reservados com antecedência, pois assim você garante a sua primeira opção de hospedagem e não corre o risco de ficar andando atrás de acomodação, com a mochila nas costas. Mas também concordo com a sua amiga, e não acho que vale a pena contratar passeios a partir do Brasil. Lá em Cuzco existem muitas e muitas agências de viagem espalhadas pela cidade inteira, e você pode comparar os preços e pechinchar antes de fechar com alguma delas.

Eu, quando visitei Machu Picchu, não escalei a sagrada montanha de Huyana Pichu. Mas já ouvi falar muitas coisas excelentes de pessoas que fizeram essa subida. Dizem que a vista lá de cima é incrível! Passando a noite em Águas Calientes, acho que vale a pena acordar cedo e subir a montanha – deve ser uma experiência única e inesquecível!

Mas acho que apenas uma noite em Águas Calientes é o suficiente, já que a pequena cidade não possui nenhum atrativo importante. Ela é apenas um bom lugar para dormir, para aqueles que desejam chegar cedo a Machu Picchu e assim fugir das multidões ou escalar Huyana Pichu. Tirando isso, não tem porque ficar lá por três noites...

Por fim, acho que levar dinheiro em dólares é melhor do que levar reais. Mas, melhor ainda é utilizar o cartão de débito para fazer saques no exterior, diretamente da sua conta corrente. Ou então levar um cartão pré-carregado, como o Vista Travel Money. Mas, sobre isso, eu fiz um post bem legal aqui no blog. Acho que vale a pena você ler. Pode ser que te ajude nessa questão.

O custo de uma viagem para o Peru geralmente não é muito alto, mas depende muito do estilo de viagem de cada um. O principal gasto normalmente é a hospedagem e isso pode variar bastante! Além, é claro, do custo de entrada em Machu Picchu e do trem até lá, que serão os principais gastos da sua viagem. Eu, normalmente, calcularia o custo total girando em torno de US$ 60 dólares por pessoa, por dia.  Mas isso considerando o meu estilo de viagem (que eu considero como intermediário). Tente primeiro ver a hospedagem e confirme o preço do trem e da entrada para Machu Picchu. Com esses dados, vai ser mais fácil calcular o seu orçamento total (mas de qualquer forma, acho que R$ 5 mil é mais do que suficiente para duas pessoas e 14 dias).

Bom, espero ter ajudado um pouco no seu planejamento e, qualquer outra dúvida, é só escrever!


Nenhum comentário:

Postar um comentário