quarta-feira, 11 de julho de 2012

Perguntas e Respostas: Avistando animais no Kruger


Sempre recebo e-mails e mensagens de pessoas com dúvidas sobre viagens. São perguntas sobre roteiros, atrações, hospedagem, dinheiro, passagens aéreas, etc. Então, resolvi criar uma seção de perguntas e respostas, que postarei aqui no Cruzando Fronteiras sempre que houver alguma pergunta interessante e que eu ache que possa ser útil para os demais leitores. Portanto, se você tiver alguma dúvida ou quiser uma ajuda no planejamento de sua viagem, é só entrar em contato. Se puder, adorarei ajudar! E quem sabe sua pergunta não aparece aqui no Blog. Vamos à pergunta do dia!

Luiz, obrigada pela resposta. Só mais uma dúvida (estou muito ansiosa com a viagem): tem como você me dar uma dica pra ver os bichos? Estou morrendo de medo de não ver nenhum! Tipo, algum lugar certo para encontrar bichos, melhores horários, a estrada mais famosa ou mais popular que bichos ficam? Ou qualquer coisa q você ache importante me falar. No Kruger vamos ficar três dias, nos acampamentos Satara e Lower Sabie. Vamos torcer para encontrar os Big Five! Você acredita que estou preparada psicologicamente para não ver muitos bichos? Todo mundo fala que essa probabilidade existe, então não quero me iludir. Dizem que o safári mais exuberante é o de outra região do continente africano. Alguns dizem Namíbia. Você já foi? Depois que comecei a pesquisar sobre essa viagem eu vi que tem outros países que os safáris são mais cheios de animais. Elizabeth.

Não se preocupe em não ver muitos bichos! Mas é realmente importante você lembrar que o Kruger não é um zoológico, então os animais não ficam dispostos só para os turistas. Mas mesmo assim, existem muitos animais para se avistar. É fácil ver antílopes, zebras, gnus, elefantes, etc. Outros são um pouco mais difíceis de ver, como búfalos, hienas e leões. E outros, bens difíceis, como leopardos, cheetas e outros felinos. Mas, no final, você com certeza verá vários animais - só não há garantia de se ver todos os Big Five. Eu, por exemplo, não vi nenhum leopardo. Fica pra próxima, né!

A melhor hora para se ver os bichos é bem cedo pela manhã. Os portões abrem às 5 da manhã, e já fica um fila de carros esperando os portões se abrirem. É fundamental você aproveitar e sair assim que for possível, já que essa é a hora que os animais estão mais ativos. Ao longo do dia a temperatura vai subindo e os animais vão se recolhendo para as sombras, e se torna mais difícil avistá-los. Essa é então uma boa hora de parar para descansar e comer alguma coisa. No final do dia, com a temperatura caindo novamente, os animais tornam a sair, e já vale a pena voltar a dirigir até a hora de fechamento dos portões - aproximadamente cinco ou seis da tarde.

Uma boa idéia é fazer um dos passeios guiados dos campos - tanto pela manhã quando à tarde ou à noite. Os veículos são altos e os guias bem experientes. Então fica mais fácil avistar algum animal escondido ou camuflado.

Seguindo essas dicas, acho que você conseguirá ver vários tipos de animais - e os que você não conseguir ver nessa primeira viagem vão servir de motivação para a próxima aventura!

Eu nunca visitei as outras regiões de safári, como a Namíbia ou Botsuana. Mas eu acho que a grande vantagem da África do Sul é que lá você pode dirigir o seu próprio veículo, sem a necessidade de guias ou passeios em grupo. Acho que essa sensação de liberdade é muito legal, e torna a experiência no Kruger bastante única!

Bom, continue pesquisando e estudando tudo sobre a África do Sul e, qualquer outra pergunta, é só escrever!


Nenhum comentário:

Postar um comentário