terça-feira, 19 de junho de 2012

Perguntas e Respostas: Egito, ir ou não ir?


Sempre recebo e-mails e mensagens de pessoas com dúvidas sobre viagens. São perguntas sobre roteiros, atrações, hospedagem, dinheiro, passagens aéreas, etc. Então, resolvi criar uma seção de perguntas e respostas, que postarei aqui no Cruzando Fronteiras sempre que houver alguma pergunta interessante e que eu ache que possa ser útil para os demais leitores. Portanto, se você tiver alguma dúvida ou quiser uma ajuda no planejamento de sua viagem, é só entrar em contato. Se puder, adorarei ajudar! E quem sabe sua pergunta não aparece aqui no Blog. Vamos à pergunta do dia!

Olá, Luiz! Prazer em conhecê-lo virtualmente! Preciso urgentemente de uma "luz" de alguém com mais conhecimento de viagens do que eu! Faço parte de um grupo de 18 pessoas que tem viagem marcada p/ o Egito. A princípio estava tudo acertado p/ dia 15 de julho. Hoje a operadora de turismo transferiu p/ dia 25 de julho em função dos acontecimentos políticos. O grupo está decidindo se vai ou não! Eu, particularmente estou bem apreensiva. Penso que a qualquer momento pode haver muita confusão (estou errada?). Como já está tudo pago, e, em função da troca de data pela operadora, este é o momento de, quem desistir da viagem, ter o valor 100% reembolsado! Estou numa ansiedade e não sei o que fazer. Será que pode me esclarecer um pouco mais? Agradeço imensamente sua ajuda! Abraços, Rosa.


Oi Rosa, tudo bem? Antes de qualquer outra coisa, muito obrigado pela sua visita ao Cruzando Fronteiras. Apesar da falta de tempo do dia-a-dia, eu estou sempre tentando manter o blog atualizado, com novas postagens e conteúdos úteis para os viajantes. Espero ver você sempre por aqui, hein!


E sobre a sua pergunta, realmente essa é uma época um pouco complicada para se visitar o Egito. Nesse momento estão sendo realizadas as eleições presidenciais e as conseqüências desse pleito são imprevisíveis - tanto com uma provável vitória do candidato religioso, quanto com uma surpreendente vitória do candidato apoiado pelos militares. É possível que os confrontos reapareçam após a divulgação do resultado oficial. Mas ninguém sabe o que poderá ou não acontecer. Pessoalmente, eu mesmo estava pensando em visitar o Egito esse ano (numa viagem que incluiria ainda Israel e Jordânia), mas acabei adiando os planos e vou em novembro para a Turquia e a China. Deixei o Egito para um futuro próximo.

Por outro lado, um amigo foi ao Egito em abril desse ano e ele não relatou nenhuma dificuldade ou confusão. Conseguiu aproveitar bastante a viagem, com um número bem menor de turistas do que o habitual. Mas a visita dele foi bem curta (apenas alguns dias) e ele permaneceu no Cairo, sem se aventurar pela conturbada região do Sinai, por exemplo.

Acho que, ir ou não ir é uma decisão muito pessoal de cada viajante. Depende, é claro, de quanto uma pessoa faz questão de visitar o Egito - para você, esse é um destino com o qual sempre sonhou, ou apenas uma opção dentre tantas outras? Se você alterasse a sua viagem para outro país, isso seria um desapontamento muito grande? Ou poderia ser trocado por outro destino - como o Marrocos ou a Turquia - sem maiores problemas? E depende também do apetite ao risco de cada viajante, é claro.

Outros fatores que influenciam na decisão são o roteiro da viagem e o número de dias que você passará por lá. Qual são os planos do seu grupo? Qual será o roteiro da sua visita? A presença de um guia local também ajuda, já que um local possui conhecimento de quais lugares visitar e quais evitar durante possíveis confrontos. 

Mas, no final, a decisão cabe apenas a você. Poder sair com 100% de reembolso dos valores pagos é mesmo uma boa oportunidade. A hora da decisão é essa. Considere os prós e contras e também pense na possibilidade de alterar o seu destino (será que ainda daria tempo de comprar outra passagem ou outro pacote?).

Espero ter te ajudado um pouco na sua escolha. Eu sei que esse tipo de imprevisto é bem complicado e decidir agora não é fácil. Se você tiver qualquer outra pergunta, é só me escrever. Se eu puder, será um prazer ajudar. Abraços! Luiz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário