sexta-feira, 29 de junho de 2012

Perguntas e Respostas: Cinco dias no Kruger


Sempre recebo e-mails e mensagens de pessoas com dúvidas sobre viagens. São perguntas sobre roteiros, atrações, hospedagem, dinheiro, passagens aéreas, etc. Então, resolvi criar uma seção de perguntas e respostas, que postarei aqui no Cruzando Fronteiras sempre que houver alguma pergunta interessante e que eu ache que possa ser útil para os demais leitores. Portanto, se você tiver alguma dúvida ou quiser uma ajuda no planejamento de sua viagem, é só entrar em contato. Se puder, adorarei ajudar! E quem sabe sua pergunta não aparece aqui no Blog. Vamos à pergunta do dia!

Grande Luiz Fernando, tudo bem com você? Bem, acho que eu já li quase todos os seus posts sobre safári e mesmo assim surgem algumas dúvidas, né! Eu já estou com minha passagem comprada para a África do Sul, eu moro em Sydney e estou indo de férias para o Brasil mês que vem e na volta pra Sydney (última semana de agosto) eu e minha esposa vamos ficar cinco dias na África, só que conseguimos uma promoção e vamos para Phalaborwa, ao norte, perto da fronteira com Moçambique. Bem, já sei que a cidade fica praticamente dentro do Kruger! Já vi lá várias opções de hotel, mas quando li suas opiniões, decidimos que vamos chegar lá, alugar um carro, de preferência uma Land Rover porque é grande e partir pra dentro do Kruger Park. Se depender da gente, entramos no park no 1º dia e só sairemos no último! Agora sim começa minhas dúvidas. Entrei no park e chegando a noite eu não sai ainda e nem encontrei um lugar para dormir, a opção é dormir dentro do carro! E ai, é possível ou tem algum perigo? Com relação a combustível, como que é? Dentro do park tem algum local que posso comprar ou tenho que ficar de olho no meu marcador de combustível? Na minha volta, tenho 2hrs em Johanesburgo, o que você acha que é possível ver lá com apenas 2hrs? Ou fica quieto dentro do aeroporto mesmo? Acredito que toda sua opinião vai ser muito bem aproveitada! Grande abraço e parabéns pelo blog. Luciano.
  
Fala Luciano, tudo certo?  Cinco dias no Kruger, chegando por Phalaborwa e saindo por Johanesburgo me parecem um ótimo plano! Acho que vocês vão aproveitar bastante o parque. Será uma experiência inesquecível (eu sempre me pego sonhando em voltar para o Kruger, é mesmo um lugar especial).

 Alugar um carro e explorar o parque por conta própria é, sem dúvida, a melhor forma de se aproveitar o Kruger. A princípio, não é necessário alugar um 4x4 ou um Land Rover, já que as principais estradas dentro do parque são asfaltadas, e as estradas secundárias, apesar de serem de terra, estão em muito bom estado. Eu aluguei um carro popular 1.0 e foi o suficiente. Mas, se o custo não for um fator importante, um Land Rover tem a vantagem de ser um veículo alto, o que vai facilitar na tarefa de avistar os animais. E em uma reserva gigantesca como o Kruger, esse fator por fazer a diferença!

Em relação à acomodação, não se esqueça que as reservas para alojamento dentro do parque devem ser feitas com o máximo de antecedência possível! Como você vai agora em agosto, não perca mais tempo e tente encontrar alguma acomodação assim que possível. Existe o risco de algumas opções já terem esgotado, então, acesse o site oficial do parque e confira quais alternativas restam e faça a reserva. O processo é bem simples e o pagamento pode ser feito com cartão de crédito. Eu fiz uma passo-a-passo básico para o blog, que você pode acessar nesse link.

Em relação à sua dúvida, infelizmente não é possível passar a noite dentro do veículo, enquanto você estiver dentro do Kruger. As únicas opções são, ou dormir em alguma das acomodações dentro do Kruger (incluindo os campings, tendas, huts, bungalows, etc), ou então ficar hospedado em algum hotel privado nas proximidades do parque. Eu prefiro sempre me hospedar dentro do parque, tento pela proximidade da natureza, quanto pela relação custo-benefício. Mas, se não for possível achar acomodação no parque para uma ou mais noites, vale a pena procurar alguma alternativa bem próxima ao portão do parque – e entrar no parque assim que o dia clarear.

Outro fator a ser levado em consideração no seu roteiro é o horário de entrada no parque. Em agosto, os portões fecham às 18h00 e, enquanto a chegada mais tarde é permitida em alguns dos portões, desde que autorizada previamente, isso não é possível no portão de Phalaborwa.

Eu não sei a que horas o seu vôo chega à Phalaborwa, mas existe a possibilidade de você ter que dormir a primeira noite fora do parque. Mas isso não é um grande problema. Apenas procure uma acomodação na cidade para essa noite e acorde bem cedo. Os portões abrem às 6h e vale a pena estar lá assim que os portões abrirem, já que essa é a melhor hora para se avistar os animais.

Para as demais noites, procure acomodações em campos como Satara e Skukuza (duas noites em cada campo, por exemplo), que possuem uma excelente estrutura (incluindo postos de gasolina, que estão disponíveis em todos os campos) e ficam em direção à região sul do parque, por onde você partirá rumo à Johanesburgo.

Por fim, com apenas duas horas, não sei se vale a pena sair do aeroporto em direção à Johanesburgo, que fica um pouco distante e é uma cidade onde a locomoção é complicada. Acho que valeria mais a pena parar no caminho entre o Kruger e Johanesburgo e conhecer algum local como a região do Blyde River Cânion, que é muito bonita e seria uma boa escapada de algumas horas.

Bom, espero ter ajudado um pouco no planejamento da sua viagem e, qualquer outra dúvida, é só me escrever! Abraços!

Um comentário:

  1. Caro Luiz,
    Primeiramente parabéns pelo seu blog!!
    Vou passar 3 noites no Kruger Park e estamos planejando pernoitar em 3 lugares diferentes (Lower Sabi, Skukuza e Satara), pois não sei se dá tempo de chegar ao Olifants? A dúvida é se não seria vantagem pernoitar todas as 3 noites em apenas um Camp? e durante o dia passear pelos outros, o que vc acha?

    Angelino Macedo
    Curitiba-Pr

    ResponderExcluir