sábado, 14 de abril de 2012

Após uma longa ausência, volto com uma novidade. Próximo destino: Turquia e China!


Após uma longa ausência, motivada por obrigações no trabalho, outros compromissos pessoais e uma boa dose de preguiça (confesso), volto ao Cruzando Fronteiras com uma grande novidade! Aproveitando uma promoção imperdível, ontem à noite comprei as passagens aéreas para a minha próxima aventura!

Depois de uns bons meses de dúvidas e considerações, ouvindo a opinião dos amigos e frequentadores do blog (que participaram bastante da minha enquete e foram ouvidos, mesmo que parcialmente), eu ainda não havia me decidido sobre o meu próximo destino. Mas a promoção que eu encontrei esta semana, passeando pelo site da Turkish Airlines, foi o fiel da balança, e eu decidi não deixar essa oportunidade passar. Então, em novembro eu parto rumo à Turquia e a China!

Eu sei que essa é uma combinação um pouco exótica, já que são países bastante distintos e que mereciam um mês inteiro de viagem cada um (sem falar na distância física e cultural entre eles). Mas o voo entre o Brasil e a China permitia uma parada em Istambul, por um preço praticamente igual. Foi, portanto, a oportunidade única de conhecer dois dos países que mais me atraem, em uma só viagem.

Mas como são dois destino muito completos, com inúmeras atrações, a maior dificuldade foi decidir quantos dias passar em cada país. A Turquia é um país incrível e, além de Istambul, eu não poderia deixar de conhecer a Capadócia, Pamukkale e as famosas ruínas gregas. Por outro lado, a China é um mundo de atrações, cidades históricas, templos e maravilhas como a Muralha da China e o Exército de Terracota. Mas, como eu tinha que tomar uma decisão logo, antes que a promoção se encerrasse, acabei optando por passar dez dias na Turquia e vinte na China, totalizando um mês de muitas aventuras!

A China sempre foi um destino dos meus sonhos. Desde a minha adolescência, sonhei em cruzar as paisagens chinesas a bordo dos seus trens, desvendando essa cultura milenar e única e as nuances do seu povo. O primeiro livro de aventura que li foi o clássico “Viajando de trem através da China”, do famoso escritor Paul Theroux, um presente do meu avô. Desde então, viajar pelo mundo se tornou minha obsessão, e escrever sobre minhas viagens, minha maior vocação.

Dia 31 de outubro começo a vivenciar o local que imaginei e sonhei por tantos anos. Só espero que seja a primeira de muitas visitas a esse gigante do oriente.


8 comentários:

  1. Uau!

    Uma linda viagem! Quero muito conhecer a Turquia...

    Qual promoção você pegou?

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila, tudo bem? Obrigado pela visista! Eu comprei a passagem São Paulo - Istambul - Pequim por 2.500 no site do Decolar, na companhia Turkish Airlines. O bilhete direto, sem direito à parada em Istambul, custava 2.400, mais ou menos. Eu achei um preço muito bom, porque eu estava achando outras opções por preços em torno de 3 mil reais, ou mais. Então, corri e aproveitei!

      Excluir
  2. E aí meu bruxo. Em novembro do ano passado também consegui uma barbada pela Turkish para Ásia (Hong Kong), nesta viagem fui a Macau e Pequim. Como meu tempo era restrito não fiz stop over em Istambul. Vou lhe deixar algumas dicas:
    1) No aeroporto em Istambul tem umas lojas onde é possível provar uns docinhos turcos na base do 0800;
    2) Não cheguei a comprar, mas no balcão de check in em Hong Kong tinha uma plaquinha oferecendo upgrade para a classe comfort da turkish por cerca de 200 euros. Para uma viagem de HKG a GRU achei barato.
    3) No aeroporto de Pequim existe uma fila de táxi oficial, enquanto estiver nesta fila você será abordado por vários taxistas piratas que tentarão lhe retirar da fila, não recomendo. Além disso os taxistas não falam inglês, então leve o nome e o endereço do hotel em mandarim.
    4) Os chineses não estão muito acostumados com turistas ocidentais (principalmente os do interior da china), então em vários lugares você vai se sentir como um extraterrestre com todo mundo olhando. É comum os chineses pedirem para tirar fotos com os turistas ocidentais (nós mesmos fomos abordados algumas vezes) então não se assuste.

    Acho que é isso aí,

    Um grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu pelas dicas, Ricardo! Pode deixar que eu estou anotando tudo! Como ainda estou começando a planejar a viagem, essas dicas vão ser fundamentais...
      Ah, e obrigado pela visita!
      Abraços!

      Excluir
  3. Leonardo Belmonte18 de abril de 2012 18:46

    Boa Niquet! Realmente boa escolha! Sugiro você visitar o http://drieverywhere.net/, pois a Adriana, acabou de fazer um tour pela China com o marido!
    Quais cidades você pretende visitar na China e Turquia?

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Léo, beleza? Eu vou visitar esse site agora.. estou juntando todas as dicas possíveis para o meu planejamento... Eu ainda não tenho um roteiro fechado, ainda estou lendo os guias e colecionando informações. Mas eu chegarei por Pequim e devo passar também por Xi'An e Xangai. Como só tenho 20 dias e a China é imensa, devo me restringir ao centro e norte do país e devo escolher algumas outras cidades no caminho entre Pequim - Xi'An - Xangai. Na Turquia, meu plano é ficar uns 3 ou 4 dias em Istambul e depois conhecer Ephesus, Pamukkale e a Capadócia. Mas estou aberto à sugestões, é claro! Abraços!!

      Excluir
  4. Muito bom essa rota! Fiz o ano passado, em novembro com uma promoção da TK. Não esqueça de ir à Taxin Square na Turquia a noite, muito bacana. Na Turquia você perceberá que adiquiriu "poderes de invisibilidade", rsrs se não entendeu entenderá quando estiver lá, hehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dicas anotadas, Tião! Pode deixar que, ao longo da viagem e assim que eu voltar, postarei minhas impressões sobre a Turquia (e o poder da invisibilidade!).

      Excluir