sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Dez locais belos, curiosos ou exóticos que merecem uma visita


Recebi por esses dias um e-mail bem interessante, enviado pelo viajante Alexandre Spata (a quem eu agradeço por mais essa colaboração e pelas freqüentes visitas ao Cruzando Fronteiras) com uma relação de dez locais mais belos, curiosos ou exóticos, nos mais variados países e continentes. Achei a relação muito boa – e as fotos incríveis – então reproduzo a lista aqui no blog, com alguns comentários adicionais. Espero que vocês gostem e comentem! Eu ainda não tive a oportunidade de conhecer nenhum desses lugares. E vocês?

1-      Rocas Baimbridgen, Arquipélago de Galapagos - Equador

Procurei pela internet mais informações sobre esse local e não consegui encontrar quase nada a respeito. A legenda da foto anexa ao e-mail informava que essa pequena ilha faz parque do Arquipélago de Galapagos, no Equador e que costuma receber a visita de milhares de flamingos, que vêm se alimentar em sua pequena lagoa central. Mas não consegui muito mais do que isso...



2 – Cratera Nyiragongo, República Democrática do Congo

Localizado na República Democrática do Congo, distante 20 km da cidade de Goma, o Monte Nyiragongo é um vulcão pertencente à cadeia de montanhas Virunga, associada ao Grande Vale do Rift. A famosa cratera principal (na foto ao lado) está localizada a 250 metros de profundidade e a dois quilômetros da borda do vulcão.  A última erupção deste vulcão ocorreu em 2002, matando 45 pessoas e desabrigando 120.000, na que foi considerada a mais destrutiva erupção da história moderna.

3 – Praia de Navagio, Zakynthos, Grécia

Mundialmente conhecida pela sua beleza, e pelos restos de um antigo naufrágio que dão ao local uma característica marcante, a praia de Navagio está localizada na ilha de Zakynthos. O local só pode ser acessado de barco, geralmente em tours e cruzeiros que partem da capital desta Ilha. Devido a sua fama, o local costuma ficar lotado nos meses de verão – e uma foto deserta como essa não é tão comum assim.


4 – Havasu Falls, EUA

Conhecida pelas crateras, resultado dos antigos trabalhos de mineração na região, Havasu Falls está localizada no estado norte-americano do Arizona, no Parque Nacional do Grand Canyon. Antigamente esta cachoeira era conhecida pelo “criativo” nome de “Véu da noiva”, mas a denominação foi alterada em 1910. Ao contrário da legenda do e-mail, que afirmava que este local seria de difícil acesso, a cachoeira é um destino muito popular entre os norte-americanos, o que muitas vezes resulta em degradação e lixo – principalmente no agitado período do spring break.

5 – Mont Saint Michel, França

O Monte Saint-Michel é um ilhote rochoso na embocadura do Couesnon, no departamento da Mancha, na França, onde foi construído um santuário em homenagem ao arcanjo São Miguel. Seu antigo nome é "monte Saint-Michel em perigo do mar" (Mons Sancti Michaeli in periculo mari). Este mosteiro, fortificado no século XIII, integra um conjunto com mais três cidades cujas fortificações e desenvolvimento são notáveis: Aigues Mortes (1270-1276), ponto de reunião dos Cruzados rumo à Terra Santa, Carcassone, célebre por suas defesas, e Avignon, sede alternativa da Cristandade (1309-1377). Estas cidades fortificadas, denominadas "bastides" marcavam a fronteira dos reinos ao final da Idade Média, servindo como elementos de defesa e dando ao povo novas oportunidades sociais. Foram construídas mais de 300 só na França, entre os anos de 1220 e 1350.

6 -  Death Valley, EUA

Uma opção curiosa nessa relação, por não possuir a beleza marcante dos outros itens da lista, o Death Valley é uma árida depressão localizada ao norte do Deserto de Mojave, nos Estados Unidos, no estado da Califórnia. Estende-se por aproximadamente 225 km, ao longo da fronteira com o estado de Nevada, a aproximadamente 160 km a oeste de Las Vegas. O Vale da Morte é famoso por seu clima extremamente quente.





7 – Pamukkale, Turquia

Um destino cada vez mais popular, esta é apenas umas das muitas atrações desse maravilhoso país.  Pamukkale ("castelo de algodão", em turco) é um conjunto de piscinas termais de origem calcária que com o passar dos séculos formaram bacias gigantescas de água que descem em cascata numa colina, situado próximo a Denizli, na Turquia. A formação deste cenário deve-se aos locais termais abaixo do monte, que provocam o derrame de carbonato de cálcio, que solidificam em contato com a temperatura externa. Pamukkale foi declarado Patrimônio Mundial da UNESCO em 1988.

8 – Chand Baori, Índia

Esses curiosos locais, também conhecidos como Stepwells ou Bawdis, são, na realidade, grandes poços onde a água é atingida ao se descer os degraus do reservatório. De uso histórico (com registros de construções a partir de 600 a.C.), esses locais se tornaram marcos arquitetônicos, e são mais comuns no oeste de Índia e também no Paquistão.  Na foto ao lado, um dos mais famosos baoris, o Chand Baori, localizado na vila de Abhaneri, na província do Rajastão.

9 – Palau

A República do Palau é uma pequena nação insular no Oceano Pacífico, localizada a 800 km a oeste das Filipinas e a 3.200 km ao sul de Tóquio. A capital, Melekeok, possui uma população de apenas 381 habitantes!








10 – Gruta do Lago Azul, Brasil

A Gruta do Lago Azul é uma gruta a 20 km do centro de Bonito (Mato Grosso do Sul). Foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em 1978.

3 comentários:

  1. Gilles

    Realmente, suas fotos são esplêndidas.
    Merecem maior divulgação meu Caro.

    ResponderExcluir
  2. Luiz Fernando Niquet12 de dezembro de 2011 11:08

    Gilles,

    Muito obrigado pela visita! Espero ver você sempre por aqui! Abraços,

    Luiz

    ResponderExcluir
  3. Perfeito o seu blog, Luiz! Parabéns!

    ResponderExcluir