terça-feira, 6 de setembro de 2011

Planejando a próxima aventura – Vietnã, parte 1


Faltando um pouco mais de três meses para a minha próxima viagem, estou finalizando o roteiro para os vinte e sete dias que passarei na Tailândia, Camboja e Vietnã. Isso, é claro, se não mudar de idéia até a data da viagem. Afinal, roteiro não é coisa fixa e nunca um assunto terminado.

Inicialmente, meu plano era focar na Tailândia e passar alguns dias nos outros dois países. Mas, ao longo do planejamento, aos poucos o trajeto foi mudando. Atualmente, pretendo passar metade dos dias no Vietnã, dividindo os dias restantes entre os outros dois destinos.

O Vietnã é um país que vêm me surpreendendo bastante. Confesso que, alguns meses atrás, não possuía muitas informações sobre o que iria encontrar por lá. Tinha uma vaga idéia da região, e só. Mas a cada guia que lia e relia, ou a cada fórum que visitava na internet, meu interesse aumentava. Aos poucos, fui acrescentando um dia aqui, outro ali, e quando vi, dezesseis dias estavam reservados para esse país!

Chegando de avião, vindo de Bangkok, Hanói será a minha primeira experiência vietnamita. Considerada uma cidade grande, movimentada e caótica, com certeza não será uma primeira impressão calma ou tranqüila. Mas, vindo de Bangkok, espero estar ao menos um pouco acostumado ao ambiente frenético das metrópoles do sudeste asiático.

É de Hanói que devo partir para algumas das melhores e mais ansiadas aventuras dessa viagem. Esses tours, todos organizados a partir de Hanói, foram um dos motivos que me levaram a estender minha estadia no país – e o que me levou, por conseqüência, a reduzir pouco a pouco minha permanência na Tailândia. Dois o três dias após chegar ao Vietnã, planejo partir em um trem noturno para a cidade de Lao Cai, porta de entrada para a região de Sapa, onde pretendo fazer uma caminhada de dois dias pelas montanhas ao norte do Vietnã.

Ao longo do caminho, além do visual incrível e das paisagens únicas que espero encontrar, devo passar e parar em algumas aldeias e vilas. Nelas, em geral habitam minorias étnicas que mantém vivas as suas culturas e tradições milenares. Um guia contratado em Hanói nos acompanhará nesse trajeto de dois dias, que inclui ainda um pernoite em uma pequena aldeia local.

Logo ao retornar de Sapa, devemos fazer também o famoso tour pela baía Ha Long, considerada um dos locais mais belos do mundo. O passeio inclui a visita a algumas cavernas, um tradicional passeio de kayak, alguns mergulhos e muita comida, passando a noite em um dos barcos da região.

Assim que retornar de Ha Long, devo embarcar novamente em um trem noturno para a cidade de Dong Hoi, trinta e cinco quilômetros do Parque Nacional de Phong Nha. Essa região ultimamente ganhou certa fama e repercussão, inclusive no Brasil, já que lá está localizada a caverna de Hang Son Doong, recém “descoberta” e oficialmente declarada a maior do mundo.

Enquanto estiver conhecendo as famosas cavernas, devo ficar hospedado em uma fazenda tradicional, restaurada e transformada em hotel. Tomei conhecimento deste local enquanto navegava por um fórum na internet, e pelas opiniões que tenho lido, parece ser muito bom. Estou ansioso por dormir ao lado das plantações de arroz e amendoim, dos búfalos e pelas lindas vistas da janela do meu quarto. Bom, espero que esse hotel seja tudo isso que dizem ser!

Devo, então, continuar rumo ao sul do Vietnã, passando pelas cidades históricas de Hue e Hoi An, antigas capitais imperiais. Mas isso fica para o próximo post...



2 comentários:

  1. Oi Luiz, tudo bem? Estou indo para o Sudeste Asiatico agora no final de dezembro e me interessei bastante pelo trekking em Sapa. Como foi? Você recomenda? Queria saber como vc vez para chegar de Hanói até a região onde o trekking começa e quanto custou tudo. Muito obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gustavo, tudo bem? O tour pela regiao de Sapa, eu contratei em Hanói, no próprio hotel onde eu estava hospedado (Than Thien Friendly Hotel). Existiam várias opções de passeios, alguns incluindo trekking, outros com passeios mais leves. Eu optei por um roteiro que incluía um mercado de domingo (partindo sexta a noite de Hanói e retornando segunda feira pela manhã), que foi bem interessante. Todas as opções incluiam o transporte até Sapa por trem noturno, a partir de Hanói, com um trecho final em uma van. Eu não me lembro do preço exatamente, mas não foi muito caro.

      O tour em geral foi bem legal, tanto pelo cenário (maravilhoso), quanto pela cultura dos povos locais, minorias etnicas. Os mercados são movimentados e coloridos, com produtos locais e alguns voltados par ao turismo também. Se o seu roteiro permitir, recomendo bastante esse passeio! E, qualquer outra dúvida, é só perguntar!

      Abraços,

      Luiz

      Excluir