quarta-feira, 20 de julho de 2011

Perguntas e Respostas: Cinco dias no Marrocos

Sempre recebo e-mails e mensagens de pessoas com dúvidas sobre viagens. São perguntas sobre roteiros, atrações, hospedagem, dinheiro, passagens aéreas, etc. Então, resolvi criar uma seção de perguntas e respostas, que postarei aqui no Cruzando Fronteiras sempre que houver alguma pergunta interessante e que eu ache que possa ser útil para os demais leitores. Portanto, se você tiver alguma dúvida ou quiser uma ajuda no planejamento de sua viagem, é só entrar em contato. Se puder, adorarei ajudar! E quem sabe sua pergunta não aparece aqui no Blog. Vamos à pergunta do dia!

Olá, Luiz!  Li o seu relato da viagem ao Marrocos no mochileiros.com (muito bem escrito!) e gostaria de pedir uma ajuda. Viajo para a Europa no final de Setembro com o meu noivo e mais um casal de amigos e temos planos de voar para Marrakesh a partir de Roma no começo de Outubro. Pretendemos ficar no país por cinco dias no máximo e, como sei que vai ser corrido, estou tentando decidir qual cidade visitar, além de Marrakesh. Pensamos em ficar duas noites em Marrakesh, você acha suficiente? E se tivermos que escolher só mais uma cidade, qual você sugere?  Muito obrigada desde já! Thayla

Oi Thayla! Tudo bem? Que pena que você só poderá passar cinco dias no Marrocos. São tantas atrações no país que você poderia passar um mês e ainda faltar tempo! Mas, se eu tivesse apenas cinco dias para aproveitar, passaria três noites em Marraquexe e uma ou duas noites em Essaouira, que é uma bela cidade costeira, distante apenas duas horas e meia de Marraquexe.  A cidade é linda e possui um belo forte, com vistas incríveis da cidade murada. A Medina de Essaouira é uma versão menor e mais tranqüila da Medina de Marraquexe, e um bom local para passear e fazer compras. Lá você também encontra alguns restaurantes de frutos do mar que são bons e baratos. Vale a pena uma visita!

Os ônibus que ligam as duas cidades são muito bons, com ar condicionado, e são baratos. Custam aproximadamente 80 dirhams (menos de 7 euros) e partem da estação de trens. O nome da empresa é Supratours e você compra os bilhetes na própria estação de trem. Apesar de vocês viajarem na baixa temporada, vale a pena comprar os bilhetes com um dia de antecedência, para evitar surpresas! Só tome cuidado com os taxistas que ficam próximos à Praça Djemaa El Fna. Eles vão tentar cobrar muito caro pela corrida até a estação. O preço justo é dez dirhams ou menos, mas como turistas vocês podem ficar felizes se pagarem uns quinze ou vinte. Eu conheço uma pessoa que pagou cento e cinqüenta!

Essaouira pode ser feita em um Day-trip, saindo de Marraquexe no primeiro ônibus e retornando no último do dia. Mas acho que ficaria um pouco corrido.

Se vocês puderem alugar um carro - o que eu recomendo, já que não é caro e pode ser organizado pela internet, sem dificuldades - podem fazer uma visita à Ouarzazate e a famosa cidade-fortaleza de Ait-Benhaddou, considerada patrimônio da humanidade pela UNESCO. São locais incríveis e foram um dos pontos altos da minha viagem. A distância entre Marraquexe e Ouarzazate é de aproximadamente cinco horas, mas a estrada é boa, com um visual incrível das montanhas Atlas. Duas noites lá seriam uma excelente alternativa à Essaouira.

Ouarzazate pode ser conhecida também em apenas uma noite, deixando as quatro restantes para Marraquexe. Mas acho que duas noites é um tempo mais adequado, principalmente devido às cinco horas na estrada.

Duas noites eu acho que é muito pouco para uma cidade como Marraquexe. A essência da cidade, sua loucura e magia precisam ser vividas com calma para serem aproveitadas e compreendidas de verdade. Não deixe de passear sem rumo pelo labirinto da Medina e se perder constantemente. Jante todas as noites da Praça Djemaa El Fna. A comida é boa e muito barata. Não há lugar melhor na cidade. Aproveite também para fazer compras, mas negocie muito (muito!), e pesquise em muitas barracas antes de comprar.

Apesar de ser um tempo curto, tenho certeza que você ficará encantada com sua visita ao Marrocos. Se tiver qualquer outra dúvida, é só perguntar!


Nenhum comentário:

Postar um comentário