segunda-feira, 2 de julho de 2012

Vai viajar em agosto? Veja para onde ir e para onde não ir

Agosto ainda não é um mês muito fácil para viajar. O verão segue firme no hemisfério norte, com temperaturas bastante elevadas em alguns países e regiões. O norte da África permanece envolto numa onda de calor que só se dissipará em outubro, ou fins de setembro. As praias do Mediterrâneo ainda estão lotadas de turistas em busca de refresco contra o forte calor europeu. Mas, mesmo assim, ainda é possível achar algumas boas opções para quem possui alguns dias de férias no nesse mês que se aproxima.

Veja abaixo algumas dicas de lugares para ir nesse mês de agosto, e outros onde é melhor deixar para depois.

1 – África do Sul

A África do Sul pode ser visitada confortavelmente em qualquer época do ano. Porém, os meses de inverno (de junho a setembro) possuem temperaturas mais amenas e dias mais secos. É um clima ideal para atividades ao ar livre, como trilhas, caminhadas e os famosos safáris. Além disso, com o clima seco nos Parques Nacionais, os animais tendem a se concentrar ao redor dos reservatórios de água e a vegetação fica menos densa, o que aumenta muito a chance de localizá-los durante os safáris. Com certeza, uma experiência inesquecível!

2 – Venezuela

Devido à proximidade com a Linha do Equador, as temperaturas médias não variam muito durante o ano. O que diferencia uma estação das outras são as chuvas, menos freqüentes de novembro a maio. Os meses chuvosos, entretanto, são uma ótima época para se visitar algumas atrações, como o famoso Salto Angel, que fica espetacular após as fortes chuvas desta estação. Na verdade, durante a época de seca, Salto Angel pode até se tornar inacessível de barco, devido à seca dos rios da região. Então, não perca essa oportunidade e vá conhecer agora esse local incrível!

3 – Papua Nova Guiné

O clima na Papua Nova Guiné é um dos mais variáveis do planeta, o que pode confundir até o mais experiente dos viajantes. O mês de agosto geralmente não é muito chuvoso, e a temperatura não é tão quente, apesar da alta umidade. De qualquer forma, o mês de agosto é um bom mês para visitar a Ilha. Tente agendar sua visita juntamente com algum dos memoráveis festivais que geralmente ocorrem entre julho e outubro.




4 – Quênia

A migração anual dos Gnus pelo Serengeti é uma cena mundialmente famosa, vista e revista constantemente nos documentários da televisão. No mês de agosto, este fenômeno vai estar no seu auge, e sempre acompanhado pela multidão de crocodilos famintos, aguardando os animais atravessarem os rios da região. Certamente se trata de um dos espetáculos mais impressionantes da natureza e deve estar na lista dos destinos favoritos de qualquer amante da vida selvagem.



5 – Equador

O Equador é um destino para o ano todo. Cada uma das suas regiões (os Andes, a costa do Pacífico, o oriente e as Ilhas Galápagos) possui uma melhor época para ser visitada. Na parte alta do país, os meses de junho a setembro representam a temporada de seca. Na parte baixa, esses são os meses das chuvas. Nas famosas ilhas Galápagos, entretanto, todos os meses são excelentes oportunidades para conhecer a diversidade da vida local.








É melhor deixar para visitar esses locais em outra época:

1 – Mediterrâneo

Calma! Eu sei que a vontade de conhecer as famosas praias do Mediterrâneo é enorme, mas ainda não é a melhor época para conhecer essa região. O calor na Europa segue firme e as praias em toda a costa sul do continente estão tomadas por turistas. Os preços estão lá no alto, e os encantos diminuídos pela multidão que toma as belas cidades litorâneas.

2 – Cuba

De junho a novembro, é temporada de furacões em Cuba, e isso atrapalha qualquer plano para visitar a ilha. Deixe para fazer isso entre dezembro e março, a melhor temporada para turismo não apenas em Cuba, mas em quase todo o Caribe, igualmente afetado pela temporada de furacões.

3 – Sul dos EUA

Se você deseja conhecer Las Vegas, o Grand Cânion, ou qualquer outra atração no sul dos EUA no mês de agosto, é melhor pensar duas vezes. O calor da região nessa época do ano é insuportável. Deixe para depois e aproveite um clima mais agradável.


2 comentários:

  1. Caro Luiz:
    quanto a Cuba, gostaria de opinar sobre a melhor época para conhecer o país. Os meses citados como ruins [junho a novembro], de fato, são os que mais registram incidência de furacões, porém, como se trata de Caribe, onde o grande diferencial são as belas prais de águas transparentes e quentes, vale a pena arriscar, até porque entre dezembro, que é inverno, e maio, que é chuvoso, temos águas frias e praias não frequentadas pela população local. Desta forma, para quem quiser interagir com os cubanos nas praias, não vai encontrá-los neste período, uma vez que as férias escolares são no verão - julho e agosto. Acrescento, ainda, que o país sempre se mostrou preparado para lidar com os furacões. O meu relato é baseado na minha experiência em visitar o país algumas vezes durante os meses de julho e agosto.

    Sds,

    Marcos

    ResponderExcluir
  2. Olá Marcos, tudo bem? Muito obrigado pela visita ao Cruzando Fronteiras e pelas valiosas dicas em primeira mão! As informações deste posts e dos demais desta série eu obtenho no site do Lonely Planet, que publicou esses artigos originalmente. Eu tenho traduzido um a cada mês e postado aqui no blog como uma dica aos demais viajantes. Mas é sempre bom receber conselhos de quem já foi várias vezes numa região! Continue visitando e colaborando! Abraços!

    ResponderExcluir