segunda-feira, 27 de junho de 2011

Perguntas e Respostas: Quinze dias na África do Sul

Sempre recebo e-mails e mensagens de pessoas com dúvidas sobre viagens. São perguntas sobre roteiros, atrações, hospedagem, dinheiro, passagens aéreas, etc. Então, resolvi criar uma seção de perguntas e respostas, que postarei aqui no Cruzando Fronteiras sempre que houver alguma pergunta interessante e que eu ache que possa ser útil para os demais leitores. Portanto, se você tiver alguma dúvida ou quiser uma ajuda no planejamento de sua viagem, é só entrar em contato. Se puder, adorarei ajudar! E quem sabe sua pergunta não aparece aqui no Blog. Vamos à pergunta do dia!
Olá, meu nome é Anderson, muito prazer. Eu estava lendo seus relatos sobre a África do Sul e gostaria de te perguntar algumas coisas. Se vc puder me ajudar ficarei muito grato. Minhas perguntas são as seguintes: por aonde devo começar a trip. Cape Town ou Johannesburg? Quanto mais ou menos você acha que devo gastar em 15 dias? Os safaris são muitos caros? Eu não dirijo, qual condução você indica pra poder me locomover lá? Se puder me dar essas dicas, ficarei muito feliz mesmo. Um grande abraço!
Anderson, bom dia! Não se preocupe, é um prazer ajudar! Vamos às suas perguntas!
Quando estive na África do Sul, eu fique por lá em torno de 25 dias. Assim, preferi começar minha viagem pela Cidade do Cabo, que é uma cidade tranqüila, segura, muito bonita e com muitas atrações.  Vale a pena passar pelo menos uns cinco dias conhecendo a cidade e a região no seu entorno. De lá, eu fui para Durban, onde fiquei dois dias. Depois disso, aluguei um carro e fui dirigindo rumo ao norte do país, passando por Santa Lucia e pela Swazilandia, até chegar ao Parque Kruger. Sendi assim, deixei a cidade de Johannesburg para o final do meu roteiro.
Johannesburg é uma cidade enorme, com sérios problemas de violência. Não gostei muito de lá, não me senti seguro nas ruas, e só passei dois dias na cidade. Porém, a cidade merece uma visita, já que o Museu do Apartheid é imperdível. E vale  também visitar o estádio da final da Copa do Mundo.
Então, acho que é melhor mesmo começar o seu roteiro pela Cidade do Cabo e acabar a viagem por Johannesburg.
Durante a minha viagem, eu gastei em média 80 dólares por dia, por pessoa. Mas não foi uma viagem muito econômica. Assim, creio que é possível fazer esse mesmo roteiro gastando menos. Um valor razoável para uma viagem econômica seria 60 dólares por dia, por pessoa, incluindo todos os gastos de viagem. É claro que isso depende muito do estilo de cada um, de onde você planeja se hospedar (albergues, hotéis, etc), se gosta de jantar em restaurantes, etc.
Na África do Sul, eu fiz safáris em três parques nacionais, sempre por conta própria. Além do famoso Kruger National Park, eu fui também para os parques iSimangaliso Wetland Park  e Umfulozi-Hluhluwe. Cada parque tem sua característica mais marcante, mas todos são excelentes locais para se observar a vida selvagem. Acessar os parques por conta própria é bem fácil e não é muito caro. O maior gasto é o aluguel do veículo (que organizei aqui do Brasil, pela internet), que pode ser um carro comum, mesmo um popular. Além do aluguel do carro, você paga apenas uma taxa diária de visitação, que é razoavelmente barata (algo em torno de vinte dólares por pessoa, por dia, dependendo do parque). Dentro dos parques existem diversas opções de hospedagem, variando do camping a opções de luxo. Eu me hospedei por quatro noites dentro do Kruger e valeu muito a pena. Foi barato (acho que custou em torno de 50, 60 dólares por noite, para um casal) e pude ver os animais logo de manhã cedo. Nos demais parques, eu me hospedei na cidade de Sta. Lucia, e me dirigia ao parque logo pela manhã cedo, retornando no final do dia.
Para quem não dirige ou não deseja alugar um carro, acredito que a única opção seria contratar um tour, por meio de uma agência de viagens local. Como não utilizei essa opção, não sei ao certo os valores cobrados, mas pelo que ouvi não é muito barato. Quando me hospedei em Sta. Lucia, eu li sobre tours de um dia para o Umfulozi-Hluhluwe, organizados pelo próprio hotel, que eram caros, mas nem tanto. Os tours no Kruger geralmente são de vários dias, e custam bem mais, porque incluem hospedagem em hotéis que ficam ao lado do parque. Acho que a melhor opção é você entrar em contato com hotéis próximos ao Kruger e se informar sobre pacotes com hospedagem e tours incluídos.
Para a locomoção entre as cidades, existem diversas empresas de ônibus. Mas como as distâncias são grandes, geralmente vale mais a pena ir de avião, principalmente se você não dispõe de muito tempo. Eu utilizei o avião no trajeto Cidade do Cabo para Durban e não foi caro, já que existem muitas empresas low-cost na África do Sul.
Como você possui apenas 15 dias, é importante pensar num roteiro que maximize o seu tempo no país, talvez incluindo uns cinco dias na Cidade do Cabo, uns dois em Johannesburgo, uns três ou quatro no Kruger, e mais um ou dois destinos. Acho que Durban pode ser uma opção, é um local agradável, que vale uns dois dias ou mais. Outro lugar que vale a pena conhecer é a famosa Garden Route, região costeira, com pequenas cidades e um cenário natural incrível.
Bom, estou à disposição para quaisquer dúvidas que tiver! É só perguntar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário