domingo, 12 de junho de 2011

Dica de Leitura VI – A Suíte Elefanta, por Paul Theroux


Como vocês já devem ter notado, Paul Theroux é meu escritor favorito. Consagrado autor de literatura de viagens, o norte-americano também escreveu diversos livros de ficção. Neste momento, estou terminando de ler este livro, publicado em 2008 e intitulado “A Suíte Elefante”.
Com as três novelas reunidas neste livro, Paul Theroux mostra que, além de um grande autor de relatos de viagem, é também um exímio ficcionista. Reunidas neste livro, estão três estórias que desmontam os lugares-comuns sobre a Índia ao apresentar ao leitor um universo complexo e multifacetado de estranhamentos, preconceitos e situações extremas. Theroux consegue capturar esse mundo contemporâneo marcado pelo tumulto e pela ambição, de um lado, e pela espiritualidade, do outro.
Na primeira estória, “Colina dos Macacos”, um empresário bem-sucedido e sua mulher se hospedam em um spa de luxo na Índia, alheios à vida fora das cercas. Fazem aulas de ioga, alimentam-se com comidas saudáveis e recebem massagens, até o momento em que, depois de se envolverem com os submissos serviçais do local, tudo começa a ruir.
Na novela seguinte, “O Portal da Índia”, um jovem executivo faz viagens de negócios a Mumbai, onde tenta tirar proveito de fornecedores enquanto evita qualquer envolvimento com a cidade. Mas, numa caminhada pelas ruas mais próximas, sua ambição e seu desejo sexual o levarão a conhecer um outro país, luxuriante e perigoso.
E, em “O Deus-Elefante”, uma garota recém-formada em uma viagem de férias à Índia mergulha na cultura e nos hábitos do país: instala-se em um ashram, uma comunidade de meditação, e começa a dar aulas de inglês para funcionários terceirizados de telemarketing, até que algo horrível acontece.
São novelas de impacto, que se desenvolvem com sutileza e perfeição, escritas por um autor que consegue revelar como poucos as complexidades deste país. Os que já leram os relatos de suas viagens à Índia notarão a influência de fatos reais ocorridos durante suas aventuras nesta obra de ficção, o que dá um caráter ainda mais real aos seus escritos.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário