segunda-feira, 9 de maio de 2011

O sexto erro: não veja o mundo pela lente da sua câmera

Após a publicação do post contendo os cinco principais erros cometidos pelos mochileiros de primeira viagem, fui alertado por um amigo, ele mesmo um viajante iniciante, sobre a ausência na lista de um dos maiores erros cometidos por turistas de todo o mundo. É um erro tão comum que costuma passar despercebido até mesmo por viajantes experientes: observar o seu destino pelo visor da uma câmera.

Ora, quem nunca foi tomado pela emoção ao observar uma paisagem magnífica ou uma cena tão incrível que não conseguia parar de tirar fotos ou de filmar? As mãos parecem grudadas na câmera, o dedo indicador em frenesi aperta botões em seqüência, enquanto a mente viaja, pensando nas histórias que serão contadas aos amigos quando a viagem chegar ao fim. É ainda pior quando as fotos viram filmes, e você passa a acompanhar as imagens pela pequena tela de LCD, como um cineasta hipnotizado. Mas não há filme ou foto que capture a magia do que você observa. E, nessa angustia de registrar tudo, o viajante acaba perdendo o foco e a oportunidade de viver o que de fato presencia.

Eu concordo que as fotos são fundamentais. As milhares de imagens que trago comigo a cada viagem comprovam isso. Mas devemos tomar cuidado para não virarmos reféns delas. Mais do que qualquer máquina, nossa mente sabe captar os momentos inesquecíveis.

Diante da magia azul de uma geleira na Terra do Fogo, ou testemunhando o cenário surrealista do Salar de Uyuni, deixe a câmera de lado por um instante e aprecie a paisagem.



Um comentário:

  1. Olá Pessoal, realmente temos que ficar atentos, meu marido ficava gravando, e perdia a beleza do momento, acabou desistindo de filmar, e agora não gosta de ficar carregando e tomando conta de equipamentos. Levamos uma máquina que fotografa e filma, mas tiramos mais fotos.
    Valeu,tenham boas viagens.

    ResponderExcluir